O novo Hospital Central do Alentejo – sobre o projeto de execução

O edifício e o seu enquadramento geográfico

O novo Hospital Central do Alentejo foi projetado pela equipa de arquitetos Eduardo Souto Moura, Albert Pineda e Manuel Abreu Gomes da Silva, e pelas empresas de engenharia JG Ingenieros e AFACONSULT / PROAFA. Trata-se de um hospital com lotação de 350 camas com possibilidade de ampliação para cerca de 500.

O projeto de arquitetura foi aprovado em 2008, mas o seu desenvolvimento foi interrompido em 2011  pela crise financeira e só retomado em 2018, datando a última revisão de 2019 e a adjudicação para a respetiva construção de 2020, à empresa espanhola ACCIONA.

O projeto desenvolve-se em terreno localizado próximo da cidade de Évora, entre as estradas nacionais EN 114 e EN 380, com cerca de 25 hectares de área de superfície, sendo ocupados cerca de 8 hectares com os diversos edifícios do hospital.

A circulação interna é assegurada por uma via de acesso direto às Urgências, outra à entrada principal e outra exclusiva para acesso às Centrais Técnicas, Cais de Cargas e Descargas e Casa Mortuária.

O projeto prevê a construção do edifício principal interligado com um edifício técnico  e um outro em cuja cobertura será instalado o heliporto.

O internamento localiza-se num corpo único com as fachadas principais orientadas a Norte-Sul que se desenvolve sobre cinco corpos paralelos entre si e de eixo principal perpendicular ao do corpo de internamento. (...)

Artigo completo na TecnoHospital nº103, jan/fev 2021

José Graça Rocha

Engenheiro Mecânico

Se quiser colocar alguma questão, envie-me um email para jg.rocha.mail@gmail.com

Newsletter TecnoHospital

Receba quinzenalmente, de forma gratuita, todas as novidades e eventos sobre Engenharia e Gestão da Saúde.


Ao subscrever a newsletter noticiosa, está também a aceitar receber um máximo de 6 newsletters publicitárias por ano. Esta é a forma de financiarmos este serviço.