Hospital da Figueira da Foz vai remodelar Bloco Operatório Central

O Ministério da Saúde autorizou o Hospital Distrital da Figueira da Foz a avançar com a remodelação do Bloco Operatório Central, que está avaliada em 2,9 milhões de euros.

O investimento permitirá criar um serviço autónomo capaz de melhorar o nível de cuidados cirúrgicos e anestésicos especializados para as cirurgias convencionais e de ambulatório.

Será aumentada a capacidade instalada em mais uma sala de cirurgia, passando o hospital a dispor de duas salas destinadas a cirurgia convencional, uma sala destinada à cirurgia de ambulatório e uma outra sala polivalente destinada a ambulatório e cirurgia de urgência.

Com a remodelação do Bloco Operatório Central, o hospital garantirá mais segurança aos pacientes e profissionais, a eficiência será melhorada e será possível uma redução da lista de inscritos para cirurgia. A qualidade dos serviços prestados a uma população de mais de cem mil utentes na área de influência do Hospital da Figueira da Foz também será aumentada.

“Esta importante obra de remodelação insere-se na estratégia de aposta clara do Ministério da Saúde e deste Governo na melhoria da resposta dos hospitais e do Serviço Nacional de Saúde às necessidades de saúde dos portugueses, com um reforço orçamental histórico e a execução de um programa vasto e abrangente de investimentos em todo o país, que passa também pela região Centro”, sublinhou a secretária de Estado Adjunta da Saúde, Jamila Madeira, em comunicado divulgado pelo Serviço Nacional de Saúde (SNS).

Newsletter TecnoHospital

Receba quinzenalmente, de forma gratuita, todas as novidades e eventos sobre Engenharia e Gestão da Saúde.


Ao subscrever a newsletter noticiosa, está também a aceitar receber um máximo de 6 newsletters publicitárias por ano. Esta é a forma de financiarmos este serviço.